Hotéis em Marrocos, Como é o Alojamento em Marrocos

Hotéis em Marrocos, Como é o Alojamento em Marrocos

Hotéis em Marrocos, Como é o Alojamento em Marrocos
Hotéis em Marrocos, Como é o Alojamento em Marrocos
Quarto de riad em Marraquexe
Quarto de riad em Marraquexe

Já me fizeram tantas vezes estas duas perguntas:

Há hotéis em Marrocos?

Como são os hotéis em Marrocos?

Bem, há muitos hotéis em Marrocos, seja nas grandes cidades, numa aldeia das montanhas ou nas dunas do deserto.

Como são? Depende…

Há uma grande variedade de hotéis em Marrocos, dependendo das categorias – podemos encontrar hotéis das cadeias internacionais (como o Mercure, Ibis, Suitehotel), riads e maisons d’hotês, auberges e hotéis baratos.

Marrocos é um país virado para o turismo e oferece diferentes opções para os diferentes viajantes e as diferentes “carteiras”.

Por isso tenho a certeza que vai conseguir encontrar algo que se adapta à sua. Em termos de qualidade, serviço e limpeza estes variam em relação aos preços.

Hotéis internacionais

Estes hotéis acabam por ser iguais em termos de qualidade e serviços em todo o lado. Aqui pode encontrá-los nas grandes cidades.

Para mim não costumam ser primeira escolha para ficar, mas por vezes quando estou em alguma cidade que não conheço, não tenho hotel e é tarde costumo procurar o hotel Ibis porque é fácil de encontrar (geralmente estão situados não muito longe das estações dos comboios).

Quarto do meu riad em Ouarzazate - Dar Rita
Quarto do meu riad em Ouarzazate – Dar Rita

Maisons d’hotês e Riads

As Riads são os meus hotéis preferidos, não só porque são hotéis com poucos quartos e oferecem um ambiente mais intimista e privado, mas também pela sua localização e beleza.

As Riads são casas tradicionais marroquinas localizadas nos bairros antigos das cidades (medinas).

Riad em árabe significa jardim e na verdade toda a disposição destas casas, fechadas para o exterior, faz-se à volta de um jardim/pátio interior. Em tempos abandonadas e degradadas, muitas delas começaram a ser compradas e restauradas por Europeus.

Se vier até Marrocos não deixe de ficar pelo menos uma vez numa Riad para sentir a vida que se faz nas medinas, de certeza que vai adorar esta experiência única!

Quarto de um auberge em Nkob
Quarto de um auberge em Nkob

Auberges

Os albergues são geralmente hotéis familiares, negócios de família com muito bom ambiente e preços acessíveis. São também um bom sítio para se ficar.

Hotéis baratos

Não são nada de especial, são baratos! A maioria dos clientes são marroquinos e têm sempre quartos com e sem casa-de-banho.

Já fiquei em alguns e pelo que tenho visto são limpos, podem haver alguns piores que outros… mas eu tenho sorte nos que tenho encontrado. Geralmente hotéis assim não são difíceis de encontrar, basta procurar perto das estações das camionetas ou comboios.


hotel marrocosConsulte todos os hotéis em Marrocos.
Veja uma lista de todos os hotéis, comparando preços e melhores condições de uma maneira muito fácil: Hotéis em Marrocos


Posted on: Março 24, 2010ritaleitao

31 thoughts on “Hotéis em Marrocos, Como é o Alojamento em Marrocos

  1. Vou passar uns dias em Marraquexe no próximo mês e estou a adorar o seu site, tem muita informação útil,!

    Já esclareci muitas das dúvidas que tinha. Pelo que percebi encontram-se multibancos com facilidade, não é? Nos mercados, lojas, etc não aceitam euros, funciona tudo em dirham, certo? Em relação ao transporte do aeroporto para o alojamento o que aconselha da sua experiência?

  2. Olá Ana Rita,
    sim, geralmente nos mercados e lojas não aceitam euros, a não ser em lojas maiores e mais voltadas para o turismo, mas é muito fácil fazer câmbios, em bancos, lojas ou multibancos. O aeroporto de Marraquexe fica um pouco afastado da cidade, há quem apanhe o autocarro do aeroporto e depois um outro transporte para onde quer ir, mas eu não aconselho. Nunca o fiz e até acho que é fácil de utilizar, mas uma vez, na véspera de ir para o aeroporto, perguntei a um taxista em Marraquexe quais os autocarros que tinha que apanhar e as paragens onde tinha que esperar para ir para o aeroporto. A resposta que ele me deu tirou-me isso da ideia: A madame está na medina vai ter que apanhar 2 autocarros para chegar ao aeroporto, vai ficar não sei quanto tempo no trânsito e carregar com as malas quando pode ir directamente para o aeroporto de táxi só por mais 25 dirhams (2.50 €). Realmente é verdade, ele tinha razão. Muitas vezes quando não tenho carro desloco-me em Marraquexe de autocarro, mas numa situação destas táxi é bem mais confortável, por isso é este tipo de transporte que lhe recomendo. Antes de apanhar um táxi em Marraquexe pergunte se o taximetro funciona e se lhe disserem que não, procure outro. Ou então pode contactar o hotel onde vai ficar, pois muitos deles, pagando uma taxa, fornecem transporte. Esta segunda opção aconselho no caso de ficar instalada numa riad no centro da medina e chegar de noite a Marraquexe. Boa viagem e aproveite bem a exótica cidade de Marraquexe 🙂
    Bjs,
    Rita

  3. Olá Rita!!
    Estou a pensar ir de carro até Marrocos e sei por experiência própria, porque também já vivi num outro país que não o meu, que não há nada nem ninguém melhor para nos fornecer as melhores dicas, do que uma pessoa que vive nesse país e que ainda por cima fala a mesma língua que nós!!!
    Por isso é que gostava que me sugerixes alguns locais como por exemplo as riads, onde eu poxa ficar em Marraquexe.
    Em príncipio vou só uma semana e gostava de conhecer o mais poxivel neste pouco tempo e ainda por cima tem que ser tudo low cost!!!!
    Há pouco tava a ler a sugestão de um percurso e lá dizia para ficarmos a primeira noite numa cidade antes de Marraquexe, já agora diz-me se axas boa ideia ou se é na boa ir directamente para Marraquexe?
    Enfim, axo que já deu para perceber k tenho algumas dúvidas se me pudexes ajudar seria optimo!!
    Muito obrigada desde já por tudo o que já publicaxte, axo k tá excelente…
    Beijocas

  4. Olá Adélia,
    dependendo do percurso que querem fazer e do que querem visitar podem ficar noutra cidade entre Tanger e Marraquexe, mas se dicidirem ir directamente até lá, é um caminho que se faz bem, pois há auto-estrada directa.
    Quanto a riads em Marraquexe, com preços mais acessíveis e uma excelente localização (dentro da medina antiga, perto da Praça Jma el Fna), posso-te aconselhar a Riad Jnane Mogador ou a Riad 107. De qualquer maneira podes dar uma vista de olhos neste site http://www.31best-riad-marrakesh.com/ e ficar com uma ideia da variedade de riads e preços que há em Marraquexe. Boa viagem. Beijinhos, Rita

  5. Olá Rita!
    Antes de mais parabéns (que utilidade a informação me está a dar).
    Tenho viagem marcada para Marraquexe, pela primeira vez, e há algumas questões que vão surgindo…uma delas é a questão da negociação de preços (post que já li)….Podemos negociar mesmo tudo? E se o taxi tem taximetro, podemos negociar igualmente? Outra questão é sobre a língua, achas que terei facilidade em me fazer compreender e comunicarem comigo em inglês?

    Para terminar não tenho hotel marcado…vou à aventura (já li o post sobre os locais onde ficar)…algum conselho em especial?

    Muito obrigada….

  6. Olá Andresa,
    em Marrocos já há muitas pessoas que falam inglês, sobretudo as pessoas que trabalham ligadas ao turismo, para além disso os marroquinos são pessoas muito acessíveis e sempre dispostos a tentar ajudar e a conversar com os estrangeiros, por isso não se preocupe. Não, não pode negociar tudo… Se o táxi tem taxímetro terá que pagar o que lá está marcado, se entra numa loja de preços fixos, é esse o preço que terá que pagar, se vai ao restaurante ou ao supermercado, claro que não vai negociar a conta. Geralmente os preços negoceiam-se, por exemplo, para táxis sem taxímetro, ou sem preço fixo, em compras nos souks, compra de artesanato na rua ou bazares. Ou então se pretender ficar vários dias no mesmo hotel, experimente tentar uma redução de tarifas, no aluguer de um carro, um passeio guiado, esse tipo de coisas.
    Às vezes quem vem sem hotel marcado e tem intenção de ficar em algum hotel especial arrisca-se a chegar e a não ter vaga, sobretudo na época alta. Se para si isso não lhe faz diferença, então o conselho que lhe dou é trazer uma pequena lista dos hotéis existentes nas localidades em que pretende ficar para ter sempre uma ideia da oferta disponível na zona e o que procurar . Boa viagem. Beijinhos,
    Rita

  7. Obrigada Rita,
    Afinal já estamos a ver Riads (a oferta é imensa…). Estamos também a planear uma excursão que passe pelo deserto…vimos algumas agências como a The Goto Company LTD e a Ligne d’Aventure. Vamos ver como corre.

    Obrigada pela ajuda e continue com o seu blogue.

    Um beijinho.

  8. Olá Andresa,
    fico contente se de alguma maneira a tenho ajudado a planear a sua viagem a Marrocos 🙂 Das agências que referiu a primeira não conheço, a segunda é de dois irmãos que trabalham aqui em Ouarzazate e já têm grande experiência no ramo. Conheço muitas pessoas que já fizeram circuitos com o Youssef e adoraram. Para além de fazerem preços bastante acessíveis, não se importam de mudar os circuitos que têm definidos para melhor se ajustarem aos gostos de cada cliente. Quanto a Riads eu sei que a oferta é muita, o que às vezes traz confusão quando não conhecemos, se precisar de ajuda diga… Apesar de o blogue ir avançando lentamente, pois agora temos obras de acabamentos aqui em casa, sempre arranjo um tempinho para ver o meu email e responder aos comentários que me vão deixando. Beijinhos, Rita

  9. Olá Rita, tem ajudado e muito….
    (Tenho visto também outro blogue que tem a sua referência).

    Quanto a escursões tem sido complicado decidir. A primeira que lhe disse não é conhecida, a segunda apresentou preços elevados (enviámos e-mails), depois já vimos mais duas: Sahara Desert Tours e Your Morocco Tour…diga-me que são de confiança :)..Bom, este é o problema não conseguimos avaliar a confiança destas agências. As condições são semelhantes…pagamos 10% agora e depois o restante.

    Algumas Riads têm guias mas queriamos preparar já o percurso e a estadia no deserto. O que acha? Além disso acha que as riads nos guardariam as malas quando fossemos para o deserto ou o mais certo é termos que pagar essa noite?

    Estamos também a analisar a possibilidade de ir a Agadir. Já vi os horários de autocarro da companhia CTM. Acha que será melhor alugar um carro (a mim pareceu-me bem irmos de autocarro de Marrakeche até Agadir).

    Obrigada pela disponibilidade de responder às minha questões 🙂
    Um beijinho.

  10. Oi Andresa,
    essas companhias de que me fala também não conheço. A única companhia que referiu e eu conheço é de confiança, das outras não sei nada. Quanto aos preços o melhor é comparar tudo o que está incluído nos circuitos que lhe são propostos e os hotéis onde vai ficar. É claro que uma companhia que trabalha com hoteis de 10€, lhe vai propor um circuito mais barato do que uma companhia que trabalha com hoteis de 30/40€. Também é normal pedirem-lhe um avanço quando reserva hotéis e circuitos.
    Quanto à estadia no deserto porque não experimenta a contactar o Auberge du Sud em Merzouga, pode também falar-lhe no circuito que quer fazer e os sítios onde pretende ir que eles também organizam circuitos, o serviço é bom e são de confiança. http://www.aubergedusud.com
    Quando pretender viajar de autocarro em Marrocos as melhores companhias são a CTM e a Supratours, geralmente partem a horas e chegam a horas ao destino, para além dos autocarros serem novos e confortáveis.
    Beijinhos, Rita

  11. Olá Rita,
    Voltámos de marrocos e trouxemos milhentas histórias. Correu tudo bem mesmo com algumas peripécias que fazem parte de uma boa aventura. Ficámos muito bem impressionados com as pessoas e ficámos a conhecer mais sobre a religião e as origens berberes do povo árabe. A caminho do deserto também passámos por Ouarzazate. E sem dúvida que foi uma viagem fantástica e cheia de emoções. Aconselhamos vivamente toda a gente a visitar Marrocos e a aventurar-se no interior das cidades.

    Obrigada pelos seus comentários e continue a dar-nos novidades 🙂

  12. Olá Rita,

    Estive a ler algumas das coisas que escreves-te, mas não dei continuidade, pois sinceramente achei que estava a ser escrito por uma “marroquina” e bem paga para fazer publicidade a Marrocos, ou a ler um livro de “ficção”.

    Não discuto gostos, mas sinceramente, só acha Marrocos “normal”, aqueles que vivem numa situação de pobreza em Portugal e mesmo assim devem viver bem melhor que 50% da população marroquina.

    Nunca vi um pais onde a Higiene não faz parte do vocabulário deste povo, o respeito pelo ser humano pior ainda, são um povo “falso”, egoísta, sem sentimentos pelos próprios familiares, os casamentos são por interesses, as prostituição é um absurdo e sem qualquer precaução, só respeitam a religião deles e todas as outras nem falar, etc.., enfim ficaria aqui uma tarde inteira e infelizmente nada de positivo encontraria.

    Vivo em Marrocos à 3 anos por questões profissionais, ainda hoje não consigo entender este povo e a sua maioria são um insulto à minha HUMILDE INTELIGÊNCIA, realmente só conheço quem aqui está por necessidade de trabalho e com a esperança de VOLTAR O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL A PORTUGAL.

    Só há uma coisa POSITIVA, reconhecermos que o nosso pais é maravilhoso, e deixamos de comentar sempre mal…..

    E pelo que li na tua pagina, estou de longe em melhores condições, numa melhor cidade.

    Sinceramente acho que os Portugueses que aqui vivem e são poucos, partilham da minha opinião, os outros tentam “florear” para ser menos penoso…..

    Boa SORTE Rita ….

    NATY

  13. Olá Naty obrigada pelo seu comentário, fico contente que tenha também expressado a sua opinião. Marrocos é sem dúvida um país diferente com uma cultura completamente oposta à nossa em várias situações. Na verdade devo concordar com a maior parte do seu comentário no que toca às relações humanas entre os marroquinos, infelizmente é uma situação a melhorar com o tempo, ainda para mais com o intenso contacto de Marrocos com o Ocidente.

    Muito importante na vida é estar bem onde se está, ainda para mais quando é uma consequência da vida. O seu caso é um caso infeliz de alguém frustrada que está no lugar errado. Volte para Portugal é muito simples. Eu tenho a felicidade de ser emigrante por gosto de experienciar uma nova cultura e não propriamente um caso de emigração para trabalhar. O trabalho aqui apareceu-me como um extra, um processo que foi: vir para viver + trabalhar; e não: vir trabalhar para viver.

    Estou a montar o meu próprio negócio. Local onde viajantes serão acolhidos com sorrisos e na tentativa de mostrar o que de bom há neste país, porque também em Portugal há coisas más… tal como no resto do mundo. A questão é: vivemos a olhar as coisas más, ou, vivemos a ver as coisas boas?

    A cidade onde estou é má? tenho a certeza que a Naty mora numa cidade caótica, com imensa gente, tudo sujo de poluição, prédios brancos, prostituição na rua, garotos a snifar cola, trânsito, etc… Um dia que venha a Ouarzazate irá respirar ar puro, construções de arquitectura fascinante em taipa, oásis cheios de tâmaras e gente que a convida para beber chá e comer pão de forno a lenha. Uma cidade onde posso sair à noite sem problema. Isto tudo mais o facto de Ouarzazate ser na verdade uma das cidades onde a população ganha mais em Marrocos e onde o preço das coisas são acessíveis à sua população, lembre-se que é a chamada Hollywood de Marrocos e a cidade de entrada para o Deserto do Saara.

    Saudações do outro lado da montanha e mais uma vez obrigado. Estou a abrir um hotel, em principio se tudo correr bem estará aberto para Outubro próximo. Venha nos fazer uma visita tenho a certeza que verá um Marrocos que desconhece: o Sul de Marrocos = nada a ver com o Norte.

    beijinhos e boa noite, Rita

  14. Olá Rita, obrigada pela resposta ao meu comentário, pelo simples facto de ser negativo não pensei que me respondesse. Não queria nem quero de forma alguma, discutir gostos, nem ofender qualquer sugestibilidades, apenas manifestei a minha “humilde opinião” e penso que este e outros meios de nos comunicarmos é sempre positivo. Acredito que Ouarzazate, seja realmente diferente e quando nos encontramos ai achamos que estamos fora de Marrocos. Aliás a minha e repito “humilde opinião”, foi e é de um Marrocos em geral, conheço de Tanger a Marrakech e são muito poucos os sítios dignos de se viver, ao contrario do nosso Portugal. Graças a Deus vim para Marrocos porque aceitei um desafio de uma empresa Portuguesa, não como imigrante , mas como destacada, mas mesmo assim não impede de dar a minha opinião e com muita nostalgia minha, pois sem ironia, ADORAVA QUE O MUNDO FOSSE TODO MARAVILHOSO e que infelizmente por interesses politico não o é.
    Concordo quando diz que existe muitos sítios “podres” no mundo, Rio de Janeiro o é e não deixa de ser a “Cidade Maravilhosa”, como poderia dar outros exemplos e dos quais falo por experiência própria.

    Acredite que lhe desejo a maior sorte do Mundo e quem sabe irei visitar Ouarzazate e o seu Hotel, assim ficarei com outra visão de Marrocos, ou seja o Sul, pois o Norte e como concorda comigo não é sem duvida alguma “destino de férias”.

    Tenho a certeza que vai ser um sucesso, qualquer turista adora a nossa hospitalidade e da nossa comida, por alguma razão estamos aqui, é pena sermos muitíssimo poucos e não sermos suficientes para ajudar este povo a um desenvolvimento mental e intelectual, mas é a vida……

    beijinhos, Naty

  15. Olá Rita, gostei das tuas informações. estou indo com minha mulher fotógrafa e meu filho tiago de 6 anos para Marraquesh dia 23 de dezembro e no dia 26 pegamos um carro e queremos ter uma experiência no deserto, se possível dormir uma noite numa tenda vendo estrelas. No dia 29 vamos para Agadir (Tazaghout) surfar até o dia 6. O que vc aconselharia a gente a fazer em Marraquesh em dois dias plenos, só flanar pela cidade né? E nessas 3 noites de deserto? Ir para Ourzazate e dormir lá, ou pero? O que vc faria? Muito obrigado.

  16. Ficamos meio perdido no que fazer nessa travessia Marraquesh – Ourzazate – somewhere, não sei se tenho que ir a Zagora ou é muita estrada e pouca diversão? Nós somos adeptos do menos é mais.

  17. Olá Eduardo,

    vou tentar responder às suas duas perguntas de uma só vez. Aconselho-o a dormir em Ouarzazate no dia em que sair de Marraquexe. Apesar de serem apenas 200 kms entre Ouarzazate e Marraquexe, vai fazer uma estrada de montanha, que demora várias horas a percorrer, para além disso nesta altura há neve, o que vai demorar mais um pouco a viagem. Também estou certa de que vai querer parar várias vezes e de que a sua mulher também não vai perder a oportunidade de fotografar as lindas paisagens que vai encontrando.

    Se não quiser fazer num só dia a viagem entre Ouarzazate e o deserto, pode experimentar a ficar uma noite na aldeia de Nkob. Aqui há a possibilidade de fazer passeios na montanha ou visitar os seus oásis e palmeirais e as muitas kasbahs da região. Se for para o deserto de Zagora terá que fazer um desvio para passar a noite em Nkob, se for para a região de Merzouga, para as dunas de Erg Chebbi então Nkob fica em caminho.

    Quanto a Marraquexe pode ficar na ficar na cidade esses dois dias ou optar por visitar a região e ir passar um dia às Cascatas de Ouzoud ou ao Vale de Ouirgane.

    Espero ter ajudado. Bjs,

    Rita

  18. Ola Rita, adorei seu blog, eu e meu marido estamos pensando em ir para o Marrocos no final de marco , somos do Brasil e moramos a 3 anos em Londres, nunca fui a nenhum pais muculmano, mas me fascina muito esta cultura. Adorei saber sobre os Riads, pois acho que teremos mais condicoes de ter contato com a populacao em geral. Pensamos em ficar so 5 dias. Queria saber de precos, quanto e a viagem, quais os lugares mais baratos pa\ra dormir com algum conforto?
    Vc ia abrir um hotel , vc ja abriu? Como e o esquema, pois adoraria ficar no hotel de alguem tao especial como vc.

  19. Olá Lígia,

    obrigada pelo seu comentário. Comentários como o seu incentivam-me a escrever um pouco mais sobre Marrocos. Quanto à viagem de Londres para Marrocos, encontra bilhetes a preços bem acessíveis nas companhias low-cost. Como por exemplo a Ryanair, que tem voos directos entre Londres e Marraquexe. Uma das grandes vantagens quando se quer visitar Marrocos é que o país é acessível a todas as carteiras e a todo o tipo de turismo. E claro, o conforto e serviço que vai encontrar nos hotéis que escolher são de acordo com o preço que está disposta a pagar. Por exemplo, em Marraquexe vai encontrar hotéis a partir de 100 dh (10€), mas a qualidade e serviços não vão ser os mesmos se escolher um hotel um pouco mais caro.

    Nas últimas vezes que tenho ido a Marraquexe fico hospedada no Riad de um amigo francês, Riad Dar Thania. A relação qualidade/preço desta casa é muito boa. A casa é linda e no centro da medina, perto da Praça principal. O acesso à casa também é fácil. O pessoal da casa é muito atencioso e simpático, para isso ajuda o facto de a casa só ter 3 quartos.

    O meu hotel é em Ouarzazate e chama-se Dar Rita. http://www.darrita.com Ouarzazate é uma cidade que fica a 200 kms de Marraquexe, depois de se atravessar as montanhas do Alto Atlas, a caminho do deserto. Nos 5 dias que tem disponíveis para conhecer um pouco de Marrocos pode aproveitar para conhecer Marraquexe, a região de Ouarzazate e ir até ao ao Deserto do Sahara assistir a um deslumbrante pôr do sol nas dunas de erg chebbi.

    Beijos,
    Rita

  20. Ola Rita, adorei seu blog, eu e meu marido estamos pensando em ir para o Marrocos no final de marco , somos do Brasil e moramos a 3 anos em Londres, nunca fui a nenhum pais muculmano, mas me fascina muito esta cultura. Adorei saber sobre os Riads, pois acho que teremos mais condicoes de ter contato com a populacao em geral. Pensamos em ficar so 5 dias. Queria saber de precos, quanto e a viagem, quais os lugares mais baratos pa\ra dormir com algum conforto?
    Vc ia abrir um hotel , vc ja abriu? Como e o esquema, pois adoraria ficar no hotel de alguem tao especial como vc.

  21. Olá Marcelino,

    Marrocos é um país que se adapta a vários orçamentos de viagem. O que pode ficar a conhecer e visitar nesses 5 dias poderá depender de quanto quer gastar – se quer alugar um carro para se deslocar ou se quer fazer as viagens de autocarro ou mesmo em excursões privadas. De qualquer modo com a sua viagem bem planeada em 5 dias pode ficar a conhecer um pouco de Marraquexe, um pouco de Ouarzazate (cidade onde vivo e tenho o meu Riad) e até dormir uma noite no deserto. Se preferir umas férias mais tranquilas pode dividir os 5 dias que vai ficar em Marrocos entre Marraquexe e Ouarzazate – darritamaroc@gmail.com
    se quiser contacte-me por mail que eu terei todo o gosto em ajudá-la a planear a sua viagem.
    Beijos,

    Rita

  22. Olá Rita,
    antes de mais quero felicita-la pelo seu hotel e pelos comentários uteis que nos fonece.Em Outubro vamos dois casais a Marrocos,3 dias, vamos numa companhia de low cost, gostaria de saber a sua opinião sobre duas coisas, estamos a pensar ficar instalados no hotel Kenzi club agdal medina,acha que vale a pena ? Para lá vamos de taxi, quanto acha que devemos pagar? Uma vez que são poucos dias, so estavamos a pensar ir á medina, o que diz? Muito Obrigada pela sua disponibilidade
    Beijos e muitas felicidades

  23. Olá Juliana,

    pessoalmente não conheço esse hotel nem conheço ninguem que lá tenha ficado, por isso não posso dar a minha opinião. Parece-me bom e bonito. Apenas com um senão, apesar de não haver mapa da ocalização do hotel eu acho que este fica na zona do golf – quando voces quiserem sair vão estar longe do centro da cidade. Não sei quanto custa um taxi do aeroporto para aqui mas talvez uns 100 ou 150 dh.

    beijos,

    Rita

  24. gosto muito desse site pois me enforma sobre vário lugares que eu estou estudando na escola,acho muito interresante a rita falar de tudo um pouco pois ja visitei varios sites que não me informaram nada e nem aos leitores que o seguem.espero que vc continue tendo muitos seguidores rita,nem te conheço mas ja gosto de vc e do seu trabalho espero que vc se empenhe mais no proximo.bjsssssssss de sua fã.

  25. Olá Rita,
    Parabéns pelo blog….muito bom!!
    Em Novembro irei para Casablanca, e ficarei por um período de 6 meses e vou sozinha, fiquei mais tranquila depois de ler suas informações a respeito de mulheres que viajam sozinhas, e confesso que estava com receio…kkkk….

    Estou pensando em ficar em Maarif, alugar um apartamento mobiliado, você conhece o loca,l me aconselha? vou para estudar e precisaria ficar proxima a uma escola de línguas para estrangeiros que fiquei sabendo que tem muitas pela cidade….quero aprender francês e árabe e claro conhecer a cultura que sempre me interessou….viu também umas opções interessantes de apartamento no centro da cidade…..obrigada…..ana

  26. Cara Rita

    Parabens pela sua iniciativa.
    Agradeço tambem a sua generosidade de compartilhar informações.
    Moro no Brasil e estou pensando em ir para o PORTO onde tenho amigos e passar dia 28,29,30 ,31 de dezembro e 1 janeiro ai em Marraquexe.
    Vou sozinha.
    Preciso de umas dicas do que fazer.
    Vc poderia me ajudar?
    Vc conhece o Four Seasons ?
    Bjsssss

  27. Bom dia Rita,

    Sou de Ribeirão Preto/SP – Brasil, estou indo para Marrocos dia 04 de Janeiro de 2012, pretendo ficar umas duas semanas, gostaria de saber eh exigido alguma vacina para entrar no pais, ja tenho a de febre amarela gostaria de saber se tenho que tomar mais alguma. Gostaria de saber também se o frio que vou pegar em Janeiro eh algo comparado ao europeu?
    Parabéns pelo seu Blog, muito bem montado, me desvendou muitas duvidas..

    Obrigado !!
    Henrique Nayme

  28. Gostaria que me dessem algumas informações porque tenciono ir agora em final de Junho a Marrocos com a minha namorada por um período de 15 dias.

    VAle a pena ir de carro? Para apanhar o barco da maneira mais económica é onde e tempo de viagem?

    O que me puderem ajudar para evitar problemas e complicações agradeço…. Vale mesmo a pena? Quanto se gastará em média 2 pessoas com alojamento e comida durante 15 dias?

    Agradecido

    Hugo Reis

  29. Boa Tarde Rita, só hoje, depois de uma amiga me mostrar descobri o seu site. Vou ficar alojada no hotel atlas asni em marrakeche, vi que é muito perto do aeroporto, mas um pouco distante do centro. haverá concerteza transporte do hotel para o centro correcto? Grata pela ajuda

Deixe uma resposta