Passar a fronteira em Tânger Marrocos

Passar na fronteira em Tânger para Marrocos, para quem vem de carro, é um pouco confuso. Tem sempre muita gente, pouca organização. Mais uns homens que lá andam para ajudar a preencher os papéis, a troco de alguns Dirhams, que nunca percebi bem para quem é que trabalham… Enfim, passar a fronteira em Tânger é a primeira grande experiência marroquina para qualquer visitante!!!

A maneira mais rápida de se chegar a Tânger é apanhar o ferry em Tarifa, que demora apenas 35 minutos a fazer a travessia. Em alternativa, pode-se apanhar o ferry em Algeciras, só que demora muito mais tempo, penso que é à volta de três horas.

Fronteira Tanger Marrocos Ferry
Ferry na fronteira de Tânger, Marrocos

Em ambos os casos, o passaporte é carimbado no barco (preencham um impresso branco, que costuma estar em cima do balcão, enquanto estão na fila, que quando chega a vossa vez é só pôr o carimbo). Por isso, para quem vai a pé é só sair do barco, passar as malas no raio-x e partir à aventura em Marrocos!

Para quem vai viajar de carro em Marrocos, a aventura começa assim que se sai do ferry, pois todos saem apressados para serem os primeiros a chegar ao controlo da polícia.  É aí que temos que preencher os papéis de entrada do carro em Marrocos através da fronteira de Tânger.

A espera para se fazer isto pode demorar algum tempo, dependendo da quantidade de pessoas que estão à vossa frente e da quantidade de tralha que levam nos carros!!!

Sim, viram bem, tralha! Nunca antes tinha visto carros ou carrinhas tão carregados, como os dos emigrantes marroquinos que passam na fronteira de Tânger. E não é só o que vem dentro dos carros, é também o que vem em cima. Metros de altura de coisas empilhadas nos tejadilhos.

O que trazem? Tudo o que possam imaginar e também o que não vos passa pela cabeça – já vi os polícias tirarem dos carros motas, sanitas, dúzias de bicicletas, máquinas,…

Quando chega a nossa vez, o polícia vê o carro, os papéis, às vezes faz umas perguntas, dá-nos o duplicado do impresso  e estamos despachados. Importante: quando vos devolvem o passaporte e o impresso confiram se é mesmo o vosso. A mim, uma vez, já me deram o impresso do carro de outra pessoa.

O que eu costumo fazer, para tentar evitar horas de maior confusão, é sair de noite de Portugal para estar de madrugada no porto do ferry, onde tomo o pequeno-almoço enquanto espero que abra a bilheteira.

Deixo o carro na fila e comigo levo os documentos e o passaporte. Depois de ter o bilhete, passo o controlo policial e é só esperar para entrar no ferry das 7 da manhã.

Mesmo que haja muita gente nesse dia à espera do ferry para passar para Tânger, já que este é o primeiro barco do dia, de certeza que não há mais ninguém à nossa frente que tenha vindo noutros ferries. 🙂

Agencia de Viagens em Marrocos