As Mulheres Marroquinas – pequeno pensamento

As Mulheres Marroquinas – pequeno pensamento

As Mulheres Marroquinas - pequeno pensamento
As Mulheres Marroquinas – pequeno pensamento

Quem vem a Marrocos a pensar que as mulheres aqui usam Burka ou que se vestem todas como bailarinas da dança do ventre vai ter uma surpresa. Não é nada assim.

Nem 8 nem 80!!!

Mas como Marrocos é um país de contrastes, aqui também não foge à regra. Tanto podemos encontrar mulheres vestidas como as europeias, como com djelaba, com lenço, sem lenço, com a cara tapada, etc… Não se pode generalizar.

Mas Marrocos é um país muçulmano e como é óbvio há um certo cuidado com aquilo que vestem, por exemplo com uma mini-saia usam leggings ou colants, com um vestido ou camisola mais decotados vestem um top por baixo.

A maneira de vestir também difere muito segundo a idade, família, classe social e região onde vivem.
O factor região também influencia muito a maneira como as mulheres aqui se vestem, muitas delas vestem-se com as roupas típicas do sítio onde vivem.

Uma coisa que tenho encontrado por onde passei e que todas as mulheres parecem ter em comum é o trabalho: todas trabalham muito!

Posted on: Julho 13, 2010ritaleitao

80 thoughts on “As Mulheres Marroquinas – pequeno pensamento

  1. Rita por gentileza, preciso de umas informações suas a respeito de marrocos. Mas gostaria de lhe contactar por email. Pode me enviar seu endereço? Estou pensando em conhecer Marrocos, mas tenho muitas dúvidas.
    Desde já agradeço
    Cristiane

  2. Olá Cristiane,

    obrigada pelo seu comentário. Pode fazer as suas perguntas aqui nos comentários do meu blog. Acredito que tenha muitas dúvidas, tal como outras pessoas que aqui têm partilhado as suas questões. Desta maneira ao responder-lhe a si tenho a certeza que poderei ajudar outras pessoas que poderão ter as mesmas dúvidas. Bj,

    Rita

  3. Gostaria muito de falar com vc pelo msn,é muito importante pra mim pois vc sabe muito de marrocos ,obrigada desde ja.

  4. Olá Márcia,

    obrigada pelo comentário. Tal como já disse a outras pessoas façam as vossas perguntas nos comentários do blog. Assim ao esclarecer as vossas dúvidas poderei ajudar outras pessoas também. Bjs,
    Rita

  5. Olá Rita!
    Parabéns por o teu trabalho! Adorei o site e a sua intençao. Meu nome é Patricia Maldonado. Sou jornalista argentina. Estou a trabalhar para a productora Eyeworks Cuatro Cabezas na direçao da serie documental “Portugueses pelo mundo” que emite RTP1.
    Estamos a gravar a proxima temporada (a tercera) e umo dos destinos é Marraquex. A alma da nossa serie é descubrir com a mirada portuguesa o mais profundo da cultura de cada cidade e ser testigos da vida cotidiana que o portugués vive na cidade longe da sua terra.
    Estaremos em Marraquex do dia 4 ate o dia 14 de janeiro. Nuno Caniços é o redactor e Cesar Casaca, o camara.
    Em cada cidade entrevistamos a 5 portugueses com diferentes perfis para sentir a diversidad que cada destino ofrece.
    Estou feliz de te encontrar na net porque ainda nao conseguimos fazer contactos com mulheres portuguesas. O meu colega Nuno pode te ligar o enviar mail para entrar contacto contigo e ver si podemos te encontrar dentro de nossos timing o tu conheces a otras mulheres portuguesas lá?
    Muito obrigada por partilhar as tuas historias!
    Abraço.
    Patricia Maldonado

    Mail pessoal: patopora@gmail.com
    Link programa
    Rtp1
    http://tv2.rtp.pt/programas-rtp/index.php?p_id=26966&e_id=1&c_id=1&dif=tv&hora=21:33&dia=15-12-201
    Youtube
    http://www.youtube.com/watch?v=5KlWdMjbPp8

  6. Ola Rita,

    Parabéns pelo seu blog, é muito interressante sobretudo para uma aficcionada por Marrocos como eu! Acho Marrocos, sobretudo o sul encantador e inebriante para os sentidos, sobretudo quazarzate e Marrakesch que a meu ver são cidades mágicas!!! Lá dizia o porta, quando se chega estranha-se, depois entranha-se….
    Preciso da sua ajuda, o meu namorado é marroquino e quer me vir visitar pela 1ªvez a Portugal, sabe me dizer quais os documentos necessários para tal e onde é que ele se deverá dirigir?
    Agradeço a atenção…..
    e desejo que sua vida lhe continue a correr de feição
    um beijinho

    Catarina

  7. Olá Catarina,
    obrigada pelo comentário e pelos elogios 🙂 Não lhe sei responder à sua questão, mas sei que para um cidadão marroquino ir a Portugal precisa de visto. Se calhar o melhor seria ver o site do SEF. Penso que lá deve encontrar as informações que procura. http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/page.aspx#0
    Boa sorte. Bjs,
    Rita

  8. Olá Rita,
    Antes de tudo muitos parabéns pelo excelente trabalho aqui desenvolvido!
    Li o comentário da Catarina e gostava imenso de tentar contactar com ela, já que a nossa situação é idêntica. Como posso ter o contacto da Catarina?
    Beijinhos e o meu mto obrigada.

  9. Olá Rita, parabéns pelo blog interessante.

    Eu sou uma Marroquina e nunca vi ou conheci casos de famílias que escolhiam o noivo para a filha. Isso se fazia há uns 30 anos atrás mas as coisas mudaram, e por falar algo assim, acho que vc viveu bem pouco ao contato de famílias marroquinas. Tal vez isso ainda exista mas é muito pouco, e dizer que acontece na maioria dos casos é conhecer bem pouco a realidade marroquina.

    Boa sorte pra vc lá

  10. Olá SJ!
    Você nunca viu casos de famílias que escolhem noivos ou noivas??? De certeza que não estamos a falar do mesmo Marrocos que a SJ está a falar de certeza… pois é prática mais que normal desde norte a sul do território marroquino. Acontece mais do que menos, e dizer que não há, das 2 uma, ou não quer ver, ou não conhece Marrocos, ou mora numa cidade como Casablanca e pertence a uma classe média alta, ou mora num outro país já faz muito tempo. abraço

  11. Olá João,

    Eu gostaria de saber aonde vocês viram que isso é uma prática “mais que normal”. Vocês têm algumas estatistícas ou testemunhas para apoiar? Eu conheço o Marrocos, e tive contato com um monte de pessoas vindo de classes muito diferentes, de pobres até ricos, de várias cidades diferentes e nunca conheci um só caso de casamento onde a noiva não escolheu o próprio marido. Como já disse, não digo que isso não existe mas nunca conheci pessoalmente um tal caso (e não pertenço à classe média alta ou alta de Casablanca). Isso ainda deve existir em regiões bem afastadas das cidades… E até nessas regiões não acontece sempre.
    Generalizar assim como vcs fazem é perigoso e oculta a realidade de milhões de marroquinos.

    A idade média de casamento das mulheres no Marrocos é de mais de 30 anos. Se o casamento forçado fosse uma realidade tão comum como vcs dizem, essa idade média do primeiro casamento seria bem mais baixa… Dizer que as famílias arranjam um noivo para as filhas é negar uma mudança profunda que está acontecendo na sociedade marroquina. Eu conheço pessoalmente muitas meninas (e até familiares meus) que têm entre 30 e 40 anos e ainda não são casadas e os pais nunca pensaram em casá-las com alguém sem elas concordarem.

    Pode conferir aqui umas estatísticas : http://www.hcp.ma/frmInd.aspx?id=0101010100 (em francês…)

    Um abraço

  12. Olá Catarina
    Gostava imenso de poder contactar ctg já q vivemos uma situação idêntica. Espero q leias este meu post e que me digas algo.
    Obrigada
    Beijos
    S.T

  13. Olá Sana,

    ainda bem que conhece em Marrocos uma realidade bem diferente desta que tenho conhecido nos 2 anos em que cá moro. O que para mim é uma maneira estranha de arranjar casamentos, parece ser para eles normal. O que mais me entristece é ver que as mulheres geralmente não têm escolha alguma, as famílias dos noivos é que escolhem as noivas e não vice-versa. Desde que estou em Marrocos só conheci um casamento em que os noivos não foram escolhidos elas famílias e neste caso a noiva até já estava grávida o que foi uma grande vergonha e desgraça para a família dela. Bj

    Rita

  14. Olá Rita!

    Há alguns dias estou fazendo pesquisas sobre o Marrocos. É um país que desejo conhecer desde a infância. Apesar de ser um sonho um pouco distante ainda quero saber tudo sobre os costumes e cultura antes de viajar.
    Encontrei este site e estou adorando a leitura! Tudo muito bem explicado e creio que a medida que for conhecendo irei fazendo perguntas. Espero poder em breve estar aí, realizar meu sonho, e agora junto com meu marido, seria uma lua de mel rsrsrs. Quem sabe um dia nos encontraremos? Abraços!

  15. Olá Claudia,

    espero que em breve consiga realizar o sonho que tem há tantos anos. Se vier até Ouarzazate, não se esqueça de fazer uma visita. Boa lua de mel!!!
    beijo,
    Rita

  16. olá rita, eu tambem estou pensando em ir morar em marrocos, só que estou com receio , porque eu não sei como são os marroquinos , em relação a empregos, tenho medo de passar necessidades, e tambem me preocupo com a violencia no local .
    sou cabelereira, teria com eu crescer financeiramente !!!!!

    espero com muito carinho que vc me responda

    um forte abraço mayara

  17. Olá novamente Rita
    Peço desculpa mas, estava a escrever e sem querer não sei em que tecla acertei que, o email desapareceu. Presumo que tenha sido “ENTER” e o mail foi enviado sem que eu o tivesse terminado.
    Dizia eu…..para além dos muitos parabéns pelo site, é um pena que muitos dos embaixadores não consigam ter um trabalho com o profissionalismo que a Rita aqui demonstra.

    Gostaria de aproveitar, para colocar uma questão; Sou empresária e eu, o meu marido e meu sócio estamos a trabalhar num novo plano de negócios no qual, pretendemos alargar o mercado de actuação. Surgiu-nos, entre outros países como Brasil, Angola, ect., a ideia de Marrocos e como tal, temos andado a navegar um pouco para recolher algumas informações. Devo dizer que, esta (do seu site) foi das mais úteis, completas e agradáveis de apreciar.
    A hipótese de uma mudança de vida radical, está presente, dada a possibilidade do crescimento do negócio em si, nesse país. Assim sendo, uma das minhas grandes preocupações quando pondero o facto de sair de Portugal, é a educação dos meus filhos. Tenho dois filhos com 11 e 6 anos e, tenho receio de vir a degradar a qualidade de educação deles.
    Será que me pode falar um pouco acerca das escolas, hábitos escolares, horários, rigor….

    Muito agradeço a sua disponibilidade
    Com um grande abraço e votos de continuação de um excelente trabalho
    Mara Almeida
    mara@ename.pt
    351 932 418 787

  18. Olá Rita…Achei o teu site maravilhoso,acho muito bom poder conhecer um pouco mais a respeito de outras culturas.E Marrocos concerteza eu também gostaria de conhecer!!
    Adorei as informações!!!

  19. Ola, estou pensando em ir trabalhar em Marrocos, sou brasileira, preciso de visto p entrar em Marrocos? Desde ja obrigada p sua atencao e parabens p site, mto interessante…abracos Deo

  20. Olá Fabiana,
    obrigada por gostar do meu site e por deixar o seu comentário. Fico sempre feliz de saber que as pessoas gostam de ler o que escrevo e acham útil as minhas informações. Se um dia vier até Marrocos, não se esqueça de passar em Ouarzazate! Beijos,

    Rita

  21. Rita, desculpe ter de perguntar, mas gostaria muito de saber; É complicado arranjar uma Marroquina para casamento?

  22. olà jamila li tudo o que dizes,que as marroquinas sâô simpacticas, estou d,acordoeu escrevi aqui que as marroquinas nâo sâo contra o marido ter 4 mulheres ,pois aqui aonde eu moro um marroquino tem 3 e uma nos marrocos faz 4,se ficastes chatiàda espéro que tu compreendas que eu apenas diogo o que vêjo,naô sou ministro,quero agradecer-te a honra que me dàs em escreveres português,se queres praticà-lo continua escrevendo aqui neste site ou escreve-me directamente,sem qualquer hesitaçâô,,tenho 74 anos,obrgado pela honra, qu deus te pàgue ,chicoredondo@hotmail.fr até à sempre jamila

  23. Ola Rita. Muito interessante o seu site. Sou brasileira e pretendo fazer uma viagem sozinha ao Marrocos. 8 dias. Adoro a comida marroquina e gostaria muito de visitar esses lugares que vendem condimentos. Poderia por favor Me dar algumas dicas para que eu possa aproveitar ao máximo esses dias? Abracos

  24. Ola Rita. Muito interessante o seu site. Sou brasileira e pretendo fazer uma viagem sozinha ao Marrocos. 8 dias. Adoro a comida marroquina e gostaria muito de visitar esses lugares que vendem condimentos. Poderia por favor Me dar algumas dicas para que eu possa aproveitar ao máximo esses dias?

  25. Olá Rita adoro ver o seu site,tenho muita vontade de conhecer o Marrocos,mais não sei nem o que eu tenho que fazer nunca sai do Brasil,conheci um rapaz de lá mora em Fez,conversamos todos os dias,ai fico cada dia mais com vontade,gostaria de lhe contactar por email ,será possível me enviar seu endereço,gostaria de saber tudo a respeito do marrocos por você,e o que tenho que fazer como chegar lá,quanto de dinheiro,e outras coisas mais.Te agradeço desde já,aguardo a sua resposta,kátia.

  26. Eu concordo plenamente com a SJ. Pois o meu namorado é marroquino e os pais dele conhecem-me e nao têm qualquer problema em eu ser de outra religiao, ou nao ser igual que eles. Pois ja estive em Marrocos e a famili do meu namorado nao teve qualquer problema em aceitar-me. As coisas mudaram Marrocos ja nao é como as pessoas pensam, estamos no século XXI e as coisas evoluiram.
    Parabens pelo blog 🙂

  27. Rita, estou me relacionando via internet com um marroquino há 2 anos. Rita, pessoas tem me desaconselhado a conhecê-lo pois sou católica e ele muçulmano. Dizem sobre o choque cultural, que ele não iria se adaptar ao brasil. outro fato relevante é que ele é de família simples e está sem trabalho todo este tempo. Insiste sempre para que eu vá conhecê-lo e que poderia me hospedar em sua casa. Outra dúvida: serei bem aceita, sendo uma brasileira a me hospedar na casa de um homem marroquino? O fato de não ter trabalho, estaria me vendo como uma oportunidade de sair de lá? Tudo isto fervilha em meus pensamentos, mas no fundo do coração não sinto que ele seja um homem assim. Por gentileza Rita, poderia me escrever por email? Tenho tantas outras dúvidas, mas seria uma exposição excessiva aqui. Me sinto constrangida.
    obrigada

  28. Cristiane por favor fala para seu namorado se ele saba que a vida no brasil muito defiseu avida no marrocos mais boa que brasil nao fase bestera. fala para ele gue aque so favila e messeria

  29. se n se importar de adicionar me no msn, precisava de falar com a senhora,
    Boa Noite e espero pela sua disponiblidade..obrigada pela atença

  30. Olá,boa noite!

    Pode me dar algumas informações sobre Guia (pessoa idônea e que fale português).Moro em portugal,(porto)já há 07 anos. Sou brasileira e queremos ir (eu e meu marido)a Marrakech em janeiro/2012 para “olhar” a cooperativa de óleo de Argan.Pode nos ajudar em contactos, hospedagens econômicas e seguras,qual o melhor dia para estar aí para fazer contactos na cooperativa?Necessito de informações básicas e seguras para agendar a nossa viagem. á negócios aí! Pode nos ajudar? Obrigada,Kely. Pode me responder pelo e-mail,por favor? Ou nos dar o seu contacto ,telefone ou e-mail? Muito grata!Estivemos recentemente em tanger(numa excursão-Cruzeiro).e estamos um pouco preocupados em ir assim “sem nenhuma informação” mais precisa da cidade marrakech.

  31. Olá Rita estou aqui em marrocos desde Abril e gostava de falar consigo para esclarecer umas dúvidas em relação à cultura aqui… Se me pudesse ajudar agradecia e obrigado

  32. Ola a todos. Vivo ha 8 anos em marrocos e estou atónito com a ignorancia em relaçao á realidade marroquina evidenciada por tanta gente, mesmo quem se diz conhecedor profundo!! Ainda hoje me perguntam se raptam a loiras ou se as compram por camelos….ai ai…vcs vao a marrocos e só vêm o que vos dão a ver e ainda por cima acreditam…para nao me alongar, nao tenham ilusoes, estrangeiro=carteira+cartao MB+visa…..entre muitas demonstracoes de amizade e carinho fraterno, claro..

  33. Boa tarde Rita,
    Gostaria de conversar com vc pelo meu e-mail. Escolhi algumas palavras para usá-las em uma linha de produtos cosméticos e não estou seguro quanto ao acerto da escolha, gostaria da sua opinião.
    Te agradeço desde já.
    Paulo Pinheiro

  34. Rita cada vez que leio algo em seu blog fico mais e mais encantada com Marrocos, pretendo passar um dia em Marrocos, parabéns pelo lindo site, tenho tido boas instruções por ele, e por voce gostar dos animais me cativa, sou do Rio de Janeiro.

  35. ola sj e joao leitao, eu vivo em marrocos , e a minha familia por parte de meu marido é marroquina, e todas as suas irmas, primas,tias, ate mesmo a minha sogra, todas escolheram os maridos, é logico que todos os casamentos tem k ter a aprovaçao do pai. E posso mesmo confirmar que no islam ninguem obriga uma moça a casar com quem nao quer, o que nao quer dizer que nao existam casos em que as moças sejam obrigadas, mas isso foge a regra do islam, serao pessoas ignorantes relativamente a religiao, ou que terao seus interesses ou motivos nesses casamentos. Eu posso falo de fonte segura, pois o meu sogro é um Sheik bastante conhecido por todo o pais, e com ele tiro muitas duvidas. Seguramente que ambos conheceram casos distintos, mas nao podemos fazer desse conhecimento uma regra, existe um pouco de tudo, mas no que concerne o Islam, a rapariga é livre de escolher o marido e tem mais, a ela lhe é dado o direito de negar qualquer noivo, porque o que costuma acontecer é que algum moço interessado fale com o pai da rapariga e ai ela se lhe agrada aceita senao nega , livremente e as vezes que ela bem entender, ate encontrar que lhe agrade. Espero ter sido util com esta informaçao, Bem haja

  36. Olá Carmen,

    obrigada pelo seu comentário. É sempre bom termos acesso a diferentes pontos de vista. Em Marrocos as coisas passam-se de maneira muito diferente nas cidades grandes, nas pequenas e mesmo nas aldeias. Aqui em Ouarzazate tambem não conheço ninguem que tenha sido obrigado a casar e conheço até várias raparigas que já tiveram propostas e não querem casar. Umas porque querem estudar, outras porque não querem casar ou outras porque não gostam do noivo. Mas infelizmente também tenho visto que nos meios mais pequenos a realidade é diferente.

    bjs,

    Rita

  37. ola ritaleito,
    sou marroquina vivo em portugal com meu pais ,sou exactamente de Ouarzazate e fui eu que escolhei o meu namorado ,e a minha família aceitou isso sem problemas e vou casar com ele incha alahe .:)
    por isso ninguem obrigou a escolher ,fui eu que gostei e ele gosto de mi .

    bjs

  38. Olá Rita,
    Gostei muito do seu blog. Gostaria que se possível você me escrevesse por e-mail sobre a mulher estrangeira que casa com um marroquino. Como a mulher estrangeira é tratada dentro do Islã no Marrocos. Conheci um homem marroquino via internet, estamos mantento contatos e ele quer casar comigo, porém tenho dúvidas de como vou ser recebida lá, se a mulher é mantida como prisioneira ou se é respeitada. Sou brasileira, com o comportamento completamente ocidental. Se você puder responda-me via e-mail e se possível não publique meu e-mail, preciso manter-me discreta por conta de minha profissão, sou professora.
    Muito obrigada, fico no aguardo da sua resposta.
    Saúde, paz, sabedoria e sucesso é o que lhe desejo.
    Um fraternal abraço
    Maria Cristina

  39. Olá Rita!Tenho seguido o seu blog,parabéns pela sua disponibilidade para informar as outras pessoas.Sou portuguesa, tenho em Portugal um negócio que gostaria também de começar em Marrocos. Se puder dar.me alguma informação para o meu email,agradecia.-lhe imenso.Tem a ver connosco,mulheres,daí eu pensar que a Rita terá alguma idéia e poderá dar-me uma ajuda.
    Obrigada

  40. Eu tropecei em seu sіte poг аcidеnte enquanto ρгocuravа Yahοo e eu eѕtou feliz quе eu.
    O enviо da mеnsagem é um pοuco difегentе е еu gostavа de leг.
    Eu, pοr sua ѵеz fazer um comentário sobгe
    isѕо nο meu blοg e apontaг meus visitantes ѕеu camіnho.
    Obrigаdo.

  41. Rita, tenho uma ilha 21 anos que está morando na espanha e quer conhecer Marrocos. Ela pediu minha opinião, mas confesso que fico preocupado com o tratamento que dão as mulheres em países muçulmanos. Procede minha preocupação???

  42. ola, sou portuguesa, meu marido e marroquino. sou muito feliz. , continuo catolica .ele mocolino e sempre nos respeitamos .agradeco a Deus pelo marido que tenho

  43. Eu tenho um amigo marroquino, e pesquisando sobre a crença, fiquei encantada, queria muito conhecer o Marrocos, mas tenho muito medo, pois nunca sai nem do estado de São Paulo. Como fazer uma viagem segura sozinha no meu caso que não sei falar outra lingua?

  44. ola eu sou o felix santos vivo no algarve e pretendo ir viver para marraqueche como posso conseguir trabalho e alojamento barato fica aqui o meu numero 00351927549977 o facebook e felixsantos_5@hotmail.com

  45. sao muintas sao 7 mulheres pra cada homem è assim os mulsimanos agente tambem avia de ser pois nao è normal jà pensei mudar de religiao ààààààààààààà

Deixe uma resposta