Chefchaouen, Cidade mágica pintada de azul no norte de Marrocos

Chefchaouen é uma cidade marroquina situada no norte de Marrocos. Com um nome um pouco difícil de pronunciar, Chefchaouen é de uma beleza imensa devido à sua arquitectura e à cor das suas casas, todas pintadas em tons azul, e com os seus telhados cor de rosa. É por este motivo que este lugar é conhecido como a Cidade Azul.

Foto de Chefchaouen tirada pelo meu irmão João Leitão

Foto de Chefchaouen tirada pelo meu irmão João Leitão

O seu nome provém da palavra berbere, que tem como significado “chifres”, o qual faz uma analogia com os picos montanhosos que ilustram a paisagem deste lugar. Se estiver a planificar a sua viagem para Marrocos, não deixe de incluir Chefchaouen no roteiro. A sua atmosfera única ira fazer com que se apaixone pelos seus recantos e paisagens magnificas.

Veja ainda:

Visitar Marrocos – Roteiros e Dicas de Viagem


Apresentação


Chefchaouen é o lugar ideal para começar a sua viagem em Marrocos, após atravessar o Estreito de Gibraltar de barco. Devido a um extenso património maioritariamente ligado à religião, como mausoléus, mesquitas ou oratórios, esta cidade é considerada sagrada (El-Madina Es-Saliha) e um dos lugares mais atractivos para visitar no Norte de Marrocos.

O tom azul das paredes,  ao que parece, serve para afastar insectos, e produz um ambiente de tranquilidade. Este lugar oferece uma experiência inacreditável, onde os visitantes podem encontrar uma medina com recantos completamente cinematográficos, uma arquitectura fantástica, uma cultura e costumes próprios, e onde o artesanato e a gastronomia continuam presentes, como antigamente.


Geografia


A charmosa cidade de Chefchouen fica localizada num pequeno vale nas montanhas do Atlas Rifano, relativamente perto do mar. Após a sua fundação no século XV, mais propriamente em 1471, a cidade foi-se desenvolvendo em praticamente dois sectores: a cidade velha e a cidade nova. A zona mais antiga, fica localizada na encosta da montanha, enquanto que a nova, situa-se na parte interior do vale.

Esta condição geológica prevê uma continuidade da Cordilheira Bética espanhola, com a mesma morfologia, sendo então basicamente um pedaço da Europa em África, até ao Atlas Telliano localizado na Argélia. As Montanhas do Riff são ricas em cursos de água, traduzindo-se em alguns riachos e pequenos lagos. O mais importante rio da região chama-se Oued Sra, que nasce nas encostas de Tidighine. Os pontos mais altos são o pico Jebel Tidghine, Jebel Dahdum e Jebel Tisouka, todos acima dos dois mil metros de altitude.O clima é mediterrâneo, caracterizado por Invernos suaves e chuvosos e os Verões são quentes e secos.

O clima é mediterrâneo, caracterizado por Invernos suaves e chuvosos e os Verões são quentes e secos.

Veja ainda:

Mapa de Marrocos


História de Chefchaouen


Chefchouen foi fundada em 1471, tendo sido povoada na sua grande maioria, por mouros andaluzes, e por tal, reconhecemos imensos elementos provenientes da Andaluzia pela cidade a fora. A restante população é berbere. Quem fundou a cidade foi Moulay Rachid Ben Ali.

Considerada como cidade sagrada durante vários séculos, o acesso a não-muçulmanos era proibido, mas que devido ao Tratado de Algeciras, assinado em 1906, os espanhóis tomaram a cidade quebrando a regra centenária. Após a independência de Marrocos, Chefchaouen continuou, de certa forma a respeitar as tradições aqui vividas, mas claro, a fusão com os andaluzes, tornaram esta cidade naquilo que conhecemos hoje – um lugar bastante inspirador em tons de azul.

Veja ainda:

História de Marrocos


Natureza: Fauna e Flora


A flora presente em Chefchaouen consiste numa vegetação típica do Mediterrâneo, onde encontramos imenso rosmaninho, alecrim e zimbro. No entanto, a mão do Homem, está a alterar esta condição natural, uma vez que está preocupado em produzir produtos como o azeite, a amêndoa, a avelã, a noz e o cânhamo.

A sua fauna, é constituída por javalis, lebres, cabras selvagens, aves de rapina e macacos.

Veja ainda:

Chefchaouen


O que visitar em Chefchaouen – Guia de viagem


Chefchaouen é uma localidade que nos oferece imenso para visitar, desde a sua incrível Medina, até ao Museu da Kasbah, onde podemos aprender acerca de utensílios, artesanato e vestuário marroquino. Se subirmos a Torre de Vigília, usufruímos de uma fantástica vista panorâmica sobre a cidade. Este lugar tem uma energia única caracterizada por imensos vendedores ambulantes que vendem queijo fresco, fruta e vegetais, frutos secos, tapetes, pão, especiarias e artesanato.

Mesquita em Chefchaouen, foto tirada pelo meu irmão João Leitão

Mesquita em Chefchaouen, foto tirada pelo meu irmão João Leitão

Conheça os lugares mais importantes a visitar:

 

  1. A Medina – dentro das muralhas, tem como lugar central a Praça Uta el Hammam, zona de muitos restaurantes, casas de chá e lojas de artesanato. Visite também o Castelo da Kasbah, de cor vermelha – este edifício salta à vista, pois contrasta com a “Cidade Azul”.
  2. Fonte Ras el Maa – este local, serve essencialmente como ponto de encontro entre os marroquinos, a fim de se refrescarem e conviverem com os seus conterrâneos e visitantes.
  3. Jemaa Bouzafar – é uma antiga mesquita, agora em ruínas, situada numa colina atrás da Fonte Ras el Maa. Daqui, tem uma vista bonita sobre a Medina e parte nova da cidade.
  4. Kasbah – é um edifício muito bonito, e que vale a pena visitar. Encontra-se bem preservado, e poderá subir a torre e entrar na antiga prisão.
  5. Hammam – experimente fazer um tradicional banho quente marroquino, não irá arrepender-se.
  6. Montanhas – Explore e faça caminhadas nas montanhas do Rif, nomeadamente até ao Jebel al-Kalaa, e não se esqueça de levar água e snacks para petiscar no caminho.
  7. Visite a Lagoa de Dieu – deve apanhar um táxi para Akchour e ainda fazer uma caminhada de 1,5 h nas montanhas. O objectivo final é chegar às magníficas cascatas desta lagoa. Leve um calçado apropriado para caminhadas, assim como um vestuário confortável.

Veja ainda:

Descobrir Marrocos – 10 Lugares Especiais para Visitar


Alojamento – Onde dormir em Chefchaouen


No meses entre Junho e Setembro, é a considerada época alta, e por tal, se pensa viajar para Marrocos, é aconselhável que faça as suas reservas antecipadamente.

Poderá encontrar um hotel em Chefchaouen desde 40 DH até 2000 DH por noite. Quase todos os hóteis têm um terraço, proporcionando momentos tranquilos contemplando a bela cidade.

Explore estas hipóteses:

 

  • Hotel Madrid – com estacionamente fácil, situado mesmo ao lado das muralhas. Fácil acesso de carro e excelente para explorar a medina.
  • Hotel Atlas Asmaa – um dos melhores hotéis da cidade, que também tem a melhor vista das montanhas e da medina. Fica situado mesmo no topo da montanha.
  • Hotel Koutoubia – perto da cidade velha. Boa qualidade, quartos confortáveis, água quente, Internet.
  • Hotel Souika – um hotel barato em Chechaouen que além de ter quartos duplos a 20 Euros, tem ainda camas individuais em quartos com vários belhiches por 7 Euros.
  • Dar Yazid – riad de estilo marroquino com alguns quartos coloridos. Terraço com vista bonita.
  • Dar Ras El Maa – uma pensão bastante convidativa. Preço um pouco mais elevado.
  • Dar Echchaouen – hotel popular na Medina. Reservar com antecedência.

Veja ainda:

Hotel Madrid, Hotel em Chefchaouen em Marrocos


Onde comer em Chefchaouen


Aqui é tradição comer tajines que é uma espécie de ensopado de legumes com carne de cabra ou ovelha. Claro, as azeitonas nunca vão faltar e o queijo de cabra também não. Vários restaurantes na praça central da cidade fornecem menus muito completos por um preço muito acessível.

Experimente estes locais:

 

  • Assadaa – pequeno restaurante com esplanada, situado debaixo de uma árvore. Tem terraço. Aqui poderá degustar um belíssimo tajine e salada de queijo, e com bebidas incluídas, fica tudo por volta dos cinco euros.
  • Granada – perto da praça principal, este restaurante serve excelente tajine de peixe e couscous. Barato.
  • Chez Fuad – perto da praça principal, serve tajine de peixe ou camarão. Boa relação qualidade-preço.
  • Snack Shokri – esta pequena pastelaria (lanchonete) fica perto do Hotel Parador. Aqui poderá comer refeições leves e algumas refeições mais completas – tajines, sanduíches, harira, coucous de frango.
  • Bar Oum Rabia – situado na Av. Hassan II. É possível beber uma cerveja e também tem comida.

O que comprar em Chefchaouen – Compras


A zona da Medina é onde encontrará mais variedade para comprar artesanato em Chefchaouen. Desde tapetes, artigos em couro, chinelos, malas, mochilas, bolsas, cintos, especiarias, entre outros.


Como chegar – Transportes


Se estiver a pensar chegar de autocarro (ônibus) a Chefchaouen, saiba que é possível viajar desde Fez, Tetouan, Casablanca, Rabat, Meknès, Tânger ou Ceuta com imensa facilidade. Existem várias companhias e imensos horários. A estação localiza-se a quinze minutos da Medina, por isso se estiver muito calor, é aconselhável ir de táxi.

Visite os sites CTM e SUPRATOURS para toda a informação de horários e onde pode até comprar os bilhetes online.

Também existe a possibilidade de viajar entre as cidades de Marrocos de táxi partilhado, o que não é tão confortável pois terá de dividir a viagem com mais pessoas. Utilize o Grand Táxi (antigos Mercedes).

Se gostar de Natureza e aventura, existem algumas empresas que trabalham nesse sentido, e que oferecem serviços de passeios e ecoturismo na região.

Veja ainda:

Transportes em Marrocos

Facebook Google Pinterest StumbleUpon Twitter

Os comentários deste blog de viagens são via facebook.