Ouarzazate, Cidade em oásis com casbás nas portas do deserto

Ouarzazate, Cidade em oásis com casbás nas portas do deserto

OUARZAZATE
OUARZAZATE

Ouarzazate – Marrocos

Ouarzazate fica a 200km de Marraquexe, depois de se passar as Montanhas do Atlas a caminho do deserto. É a minha cidade. Onde vivo desde 2009 e onde tenho o meu hotel, o Dar Rita, no Bairro Tassoumaat. Este bairro fica mesmo perto do rio, à entrada de da cidade quando se chega de Marraquexe. Vivo rodeada do povo berbere local, num bairro tradicional da cidade chamado de Tassoumaat, e construído com antigos tijolos de lama.

Vista de Ouarzazate com as Montanhas do Atlas ao longe
Vista de Ouarzazate com as Montanhas do Atlas ao longe

As pessoas são muito simpáticas aqui. É um dos bairros mais pobres da cidade, e a vida é simples, sem grandes sobressaltos e preocupações. As crianças brincam na rua, as mulheres trabalham essencialmente em casa e vão fazer o pão no forno comunitário, as ovelhas pastam junto ao rio,…

O meu hotel é um estilo de alojamento “riad” marroquino, que tem 7 quartos bem equipados e onde o conforto e o bem-estar fazem as pessoas se sentirem em casa assim que entram.

Salão marroquino do Dar Rita
Salão marroquino do Dar Rita

Eu gosto muito de viver nesta cidade. É um local calmo e excelente para estar tranquilamente. Viver em Marrocos é viver mais baseado no dia após dia, e em que tudo é diferente e inesperado. Os marroquinos são pessoas simpáticas, acolhedoras e positivas.

Alguns relatos da minha vida aqui em Marrocos:

Você já me segue no Facebook, no Google+ e no Twitter?

Vista do Casbá de Taourirt em Ouarzazate
Vista do Casbá de Taourirt em Ouarzazate

O que visitar em Ouarzazate

  1. Casbás de Ouarzazate (casbá de Taourirt, casbá de Tifoultoute, casbá das Cegonhas)
  2. Mercado central
  3. Praça Al-Mouahidine
  4. Museu do Exército de Libertação
  5. Bairro Taourirt
  6. Bairro Tassoumaat
  7. Igreja de Sta. Teresa
  8. Lago Al-Mansour Ad-Dahbi
  9. Estúdios de Cinema Atlas
  10. Estúdios de Cinema CLA
  11. Museu do Cinema de Taourirt
  12. A Reserva Natural Iguernan
  13. Oásis Fint
  14. O mercado de Domingo
  15. Ksar de Ait Benhaddou (local UNESCO Património Mundial da Humanidade)
  16. As Gravuras rupestres do Jbel Adad

Outras páginas interessantes sobre Ouarzazate:


E vamos lá mais um pouco:

Ouarzazate é conhecida como a cidade que está no centro dos oásis, dos casbahs e da indústria do cinema em Marrocos. Pode-se (e deve-se) visitar o Casbah de Taourirt, o lago, o mercado de Ouarzazate, o museu do cinema. Visitar Ouarzazate tem de estar na lista de prioridades durante as suas férias em Marrocos.

Lago Lago Al-Mansour Ad-Dahbi com as Montanhas do Atlas ao longe
Lago Lago Al-Mansour Ad-Dahbi com as Montanhas do Atlas ao longe

Para além destes lugares específicos para visitar, todo o ambiente das ruas e praças é descontraído e um prazer para sentir o sul de Marrocos.

Nos arredores da cidade é absolutamente necessário conhecer imensos lugares. Uns são naturais, outros foram construídos à centenas de anos e representam a memória viva dos povos que sempre habitaram esta região de Marrocos. Entre muitos outros locais, destaco o Oásis de Fint, o Oásis de Skoura, o Casbah Tifoultoute, o Ksar UNESCO Património Mundial chamado Ait Benhaddou, as aldeias de Toundout, Anzal e Tazenakht.

Ksar de Ait Benhaddou em Ouarzazate

Ksar de Ait Benhaddou em Ouarzazate
Ksar de Ait Benhaddou em Ouarzazate

Um dos meus lugares preferidos é o Ksar de Ait Benhaddou.

Esta cidade fortificada feita de adobe é simplesmente fabulosa. Foi começada no ano de 757!! É tão original e está tão bem conservada que foi cenário de filmes como o “Gladiador” e o “Lawrence da Arábia” que, obviamente, também foram gravados nos estúdios de cinema de Ouarzazate.

Ler mais sobre Ait Benhaddou.

Para sentir verdadeiramente a cidade e os arredores é preciso ficar, pelo menos, dois ou três dias.

Esta é a passagem perfeita para quem vai de Marraquexe para o deserto nas Dunas de Erg Chebbi, outros dos meus lugares preferidos em Marrocos e que aconselho também a visitar.

Não descansei enquanto não criei um roteiro para explorar o deserto do Saara que passasse pelos estes três lugares. Em apenas 5 dias dá para ter uma noção muito boa da espectacularidade do sul de Marrocos.

Quer viajar em Marrocos e não sabe como?

O meu trabalho, o que eu faço diariamente através do meu site Marrocos.com é organizar tours em Marrocos.

Precisa de ajuda?

Tem poucos dias de férias e quer aproveitá-los ao máximo enquanto estiver em Marrocos?

Então contacte-me.

Eu posso ajudá-lo a organizar umas férias inesquecíveis em Marrocos.

Posted on: Março 23, 2010ritaleitao

9 thoughts on “Ouarzazate, Cidade em oásis com casbás nas portas do deserto

  1. Oi Rita. gostei de te ver, cheia de projectos e felicidade. também sonho poder pegar no meu carro e minha cadela Luna e andar. Tenho familia desde ha muito tempo , no Rif perto de Bab berred, adoro MONTANHA, mas não para viver, só para visitar a familia. Preciso do mar para funcionar. Estou esperando vender minhas coisas o que inclui uma quinta e um trespasse de um Bar que sou propietaria, para junta dinheiros,e , sim poder refazer minha vida por aí. Tenho um filho de 31 anos, se quizer vem comigo e senºao fica por cá com seu cão. Não sei quando poderei começar minha nova vida, está tudo ha venda, mas como deves fazer aqui no nosso pais etsá um Kaus total………… fico por aqui foi um prazer se quizeres me responde assim poderemos trocar ideias.. Bjinho Grande Nanda Ramos, 26/3 /1055

  2. Olá Nanda,

    obrigada. Apesar das dificuldades, espero que em breve consigas atingir os seus objectivos aí em Portugal para começares em Marrocos a vida nova que tanto desejas. Boa sorte e felicidades. Beijos,
    Rita

  3. Olá Rita!

    Felicidades.

    A magia de Marrocos sempre me encantou, Mas nunca tive a oprtunidade de vesitar o país. Talvés na minha próxima visita a Portugal, dê um salto a Marrocos.

    Vivi onze anos em África, dos 18 aos 29, lá bem para o sul, perto do deserto do Namibe. Ainda tenho boas recordações, foi o melhor tempo da minha vida e foi a maldita gerra civil de Angola que me fez sair.

    Vivo aqui no norte do continente americano, há quem diga maravilhas disto, mas eu nunca gostei disto, mesmo sendo a terra dos meus quatro filhos. É frio, de clima e de ambiente humano, ainda não me adaptei.

    Num negócio de feira alguns anos atrás, conheci um moço de Marrocos com quem cultivei amisade, mas ele acabou regreçando a Marrocos e nunca mais soube dele.

    Nunca desista, porque bem no fundo da alma temos todos a chama do criador.

    Tem o meu endereço eletrônico e sínta-se livre para responder.

    Abraços!

  4. Ola Rita

    Sou o vicente tambem quero , fazer qualquer coisa em marocos , estou farto de toda a classe politica ,trabalhei durante estes anos so para impostos , acabei de fechar e perder muito dinheiro num restaurante que fechei a um mes e tenho todo o equipamento de um restaurante bar , egostaria de alugar um espaço ,tens ideia quanto pode custar , arrendamento mensal junto ao mar pensei em essaouira , ja fui la 2 vezes mas so agora pensei nisso , será que uma churrasqueira ai funcionava bem ?
    tenho uma namorada em essaouira , como é para casar em termos de documentos isso é complicado ?
    é uma miuda muito fixe .
    vou agora dia 9.05 durante uma semana a essaouira o meu movel é 00351916173985
    beijinho
    vicente

  5. Olá amigo Manuel,

    obrigada pelo apoio. Espero que um dia tenha a possibilidade de vir visitar Marrocos. Se essa oportunidade surgir pode ser que passe em Ouarzazate para nos conhecermos.

    Cumprimentos,

    Rita

  6. olá Rita

    tal como tu também eu, por motivos profissionais vim para marrocos, estou em casablanca desde Setembro deste ano. este também foi para mim um pais desconhecido e que ao principio me causava alguma estranheza. Não sabia, nem sei ainda falar frances e muito menos arabe o que me tem dificultado a minha estadia. não fossem os coelgas de trabalho e sentirme-ia completamente sozinha nesta imensidão de gente. são os fins de semana que me custam mais a passar. por vezes lá encontro uma ou outra pessoa na mesma situação que eu e o apoio surge muito naturalmente. como ainda estou a viver num hotel tudo se torna impessoal.

    apesar de tudo, comecei a gostar deste pais e das pessoas daqui.

    Rita se necessitares de alguma coisa estou por cá
    beijinho e palmadinhas na jane

  7. A Rita tem algo a ver com o riad Dar Rita em Ouarzazate, local para onde fiz um email a solicitar a disponibilidade de quarto para o fim de Abril?

Deixe uma resposta